29/06/2016 às 14h38min - Atualizada em 29/06/2016 às 14h51min

Cuidado! Ano Eleitoral

por Geraldo Ivan* Mais um ano eleitoral, invariavelmente época em que muitos pseudopolíticos fazem suas promessas milagrosas à procura dos votos de indefinidos, desinformados e desinteressados eleitores. Surgem candidatos com único intuito de enganar os cidadãos e cidadãs e deles conseguir, o voto, que por vezes projeta políticos despreparados por falta de: conhecimentos, comprometimento e espírito de representatividade. Almejamos pessoas despojadas dos interesses pessoais, com zelo e responsabilidades no exercício representativo das funções públicas. Não podemos mais querer viver alheios aos problemas que nos cercam, pensando que a felicidade seja algo que podemos abraçar sozinhos. Isso é utópico, pois somente seremos felizes na plenitude da palavra, à medida em que pudermos ter uma interação harmônica com nossos vizinhos; com as pessoas com as quais relacionamos nas nossas opções religiosas, no esporte, lazer e demais interações sociais. O Ser humano é naturalmente um Ser político e sociável, porém muitos de nós vivemos atrás dos muros altos de nossas residências, dentro dos automóveis com vidros escuros ou levados pela a insegurança vivendo resguardados em prédios e condomínios. Independente das nossas opções, à medida que pensamos somente em nós e tomamos as decisões de nos isolarmos dos contextos sociais, deixando de lado a comunidade; consequentemente abriremos mais espaços para emersão de uma sociedade desestruturada, onde o aumento da violência, o desemprego, a corrupção, a criminalidade e demais desníveis sociais se encarregam de gerar enormes obstruções à harmonização das interações sociais. Tudo isso acontece do lado de fora dos nossos muros, nas avenidas por onde passam os carros de vidros escuros e à margem de condomínios, que por vezes são invadidos sem nenhuma parcimônia por bandidos gerados no abismo social. Que mundo estamos preparando para o nosso futuro, para os nossos filhos e netos? Esse não pode ser mais um ano somente de promessas, mas, prioritariamente ano de questionamentos, análises das necessidades coletivas, reflexões e de tomada de decisão. Mais uma vez podemos contribuir através do nosso voto para o aprimoramento das relações interpessoais nas comunidades onde vivemos. Precisamos enxergar sem miopia quem são os cidadãos nos quais podemos confiar, outorgando-lhe o direito de nos representar no exercício da função pública, e mais que isso, precisamos identificar pessoas bem articuladas, que nos permita o fácil acesso para cobrarmos a postura digna à frente de um cargo representativo, oriundo de um processo eleitoral. Não podemos testar de novo quem foi eleito, mostrou descomprometimento e não foi digno do nosso voto. Peruíbe precisa de representante político que tenha competências para ouvir reivindicações, para propor soluções factíveis, capaz de priorizar, planejar e realizar ações focadas no atendimento das necessidades da população. Cuidado, em ano eleitoral você será chamado a contribuir decisivamente para hegemonia de uma Peruíbe melhor para se viver. Pense nisso e participe! O voto é o seu instrumento para praticar a democracia e interferir no destino do município onde você vive; desde que, o exerça conscientemente sendo responsável pelo seu próprio ato. Escolha quem saiba “como resolver” os problemas do município e esteja verdadeiramente comprometido com as necessidades e anseios da população. Aproveite a oportunidade para confirmar que você é Amigo de Peruíbe. Não chame de destino as consequências de sua própria escolha, já dizia Cazuza. A Terra da Eterna Juventude saberá agradecer seu gesto de consideração, por suas escolhas conscientes. MSc. Geraldo Ivan Oliveira da Cruz Bacharel em Química, Turismólogo, Pós Graduado em Planejamento e Gestão Empresarial, Mestre em Administração e Educação Ambiental, Professor Universitário, Consultor de Empresas
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp