05/07/2021 às 11h44min - Atualizada em 05/07/2021 às 12h20min

Holding de franquias vai investir R$ 250 milhões até 2022 para abertura de 208 unidade de academias e clínicas estéticas

As novas operações da PbONE terão como foco os estados de São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Nordeste e Brasília, com geração de mais de 1,2 mil empregos

DINO
https://www.panobiancoacademia.com.br/


Os mercados fitness e de estética no Brasil ocupam atualmente as 2ª e 3ª posições, respectivamente, nos rankings mundiais de suas categorias, de acordo com dados de entidades que representam os setores, como a International Health, Racquet & Sportsclub Association (IHRSA) e Associação Brasileira de Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC). Em 2020, o setor de academia sofreu com as medidas restritivas para combate à pandemia, enquanto a área de estética, registrou aumento por parte do público. Os dois setores projetam forte crescimento para os próximos anos, com a aceleração da vacinação e a volta da população à rotina.

Após registrar um crescimento de 122% durante a pandemia e irando a retomada da economia brasileira a partir do segundo semestre, a holding PbOne começa a tirar do papel um ambicioso plano de investimentos, focado nas áreas de saúde e fitness. Tendo sob administração as marcas Panobianco Academia, com 73 unidades em operação e 57 em implantação, e a Evolaser - rede de clínicas especializada em depilação a Laser e tratamento de pele e procedimentos íntimos -, o grupo está investindo R$ 250 milhões para abertura de 208 novas unidades de ambas as marcas até o final de 2022. As novas operações terão como foco os estados de São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Nordeste e Brasília.

Segundo Rafael Panobianco, um dos sócios da PbOne, apesar do forte impacto provocado pelas restrições de funcionamento, a holding obteve forte crescimento durante a pandemia, com 122% em abertura de novas unidades das duas marcas. Hoje, a Panobiando Academia, fundada em 2012, conta 73 unidades em funcionamento e outras 57 em construção com aberturas programadas para os próximos meses.

"Já tínhamos previsão de expansão da rede antes mesmo da pandemia, com flexibilização do setor e a reabertura das unidades decidimos acelerar as obras e inaugurações", revela o sócio da holding.

Rafael Panobianco conta que durante a pandemia a rede de academia sofreu queda no faturamento devido ao lockdown, mas nenhuma unidade precisou ser fechada. "Usamos capital próprio e dos franqueados para não fecharmos nenhuma unidade, preservando os cerca de 2,3 mil empregos", conta ele. Com as 57 novas unidades em construção da Panobianco, serão gerados pelo menos 1.120 empregos.

Em relação à Evolaser, a decisão de abrir 150 unidades está ancorada nos resultados registrados durante a pandemia. Mesmo com as restrições de atendimento, as consultas saltaram cerca de 40%, graças a uma forte ação promocional online, onde foram vendidos pacotes de procedimentos para uso pós-reabertura. "As ações online foram bem acima do que esperávamos e enxergamos os números como um grande potencial pós-pandemia", revela Rafael Panobianco.

Dentro do formato de expansão da marca Evolasaer, com o capital já em caixa, serão inauguradas 50 unidades no Nordeste, 50 no Estado de São Paulo, e outras 50 nos estados de Goiás, Distrito Federal e Rio de Janeiro. "Com estas 150 unidades da Evolaser estaremos gerando 1,5 mil empregos" completa.

Além das marcas Panobianco e Evolaser, a holding PbOne, em constante busca por inovações, prepara o lançamento de uma terceira bandeira para este ano, no segmento de energia sustentável. "Outros negócios estão sendo prospectados para incorporação", avisa Rafael Panobianco.



Website: https://www.panobiancoacademia.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp