08/07/2021 às 16h02min - Atualizada em 08/07/2021 às 17h20min

42% dos lojistas de e-commerce afirmam que as vendas cresceram pelo menos 50% em 2020

Além do e-commerce, setor moveleiro também apresenta bons resultados

DINO
https://www.tulipababy.com.br/


De acordo com pesquisa feita pela Mundipagg em conjunto com o E-Commerce Brasil, 42% dos lojistas de e-commerce alegam que as vendas tiveram um crescimento de, pelo menos, 50% no último ano. Além disso, para 58% dos lojistas, o e-commerce é o canal de venda central; e 25% utilizam o regime de marketplace. Um grupo menor de entrevistados aponta que usa o WhatsApp ou outras redes sociais para realizar as vendas.

Em relação à forma de pagamento adotada pelos clientes, foi apontado que 60% deles utilizam o cartão de crédito em parcelas; 17%, o cartão de crédito à vista; 11%, o boleto bancário; 6%, o PIX; 4%, transferência bancária; e 2% pagam por meio das carteiras digitais.

Vendas em 2020 e 2021

A pesquisa ainda aponta sobre o crescimento exponencial das vendas no ano passado. 42% dos entrevistados responderam que as vendas subiram 50% ou mais; 10% alegaram que houve um aumento de pelo menos 30%; para 13% a alta foi de pelo menos 20%; para 11% as vendas aumentaram pelo menos 10%; e 13% ainda afirmaram que não observaram um crescimento significativo; e para 10% as vendas tiveram queda.

Já em relação aos três primeiros meses de 2021, 50% dos respondentes comunicaram que as vendas continuaram em alta, mas que houve uma desaceleração; 27% disseram que as vendas apresentaram queda; e 23% apontaram que as vendas continuam aumentando de forma significativa, como ocorreu no último ano.

Sobre os principais desafios para o e-commerce em 2021, 50% dos entrevistados declararam que seria aumentar a taxa de recompra; 31% mostraram que é fazer com que o negócio continue em funcionamento em meio a crises; para 29% seria reduzir o número de carrinhos abandonados; 17% disseram que seria acompanhar os resultados; e 10% alegaram que reduzir a dependência dos marketplaces é o maior desafio.

Setor moveleiro cresce em 2020

Assim como o e-commerce, o setor moveleiro, responsável pela criação de um quarto infantil completo, por exemplo, também obteve crescimento no último ano. De acordo com a "Pesquisa Mensal do Comércio (PMC)", divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em comparação com 2019, as vendas do setor apresentaram uma variação acumulada de 11,9%. Estados como São Paulo, Paraná, Bahia, Rio de Janeiro e Distrito Federal apresentaram crescimento maior que a média nacional.

Apesar de estar com bons números, o setor moveleiro ainda vive um contexto de desafios. Esses desafios se mostram tanto nas indústrias, que fabricam móveis de todos os tipos, como os que são utilizados em um quarto infantil completo, como também em outros pontos da cadeia de produção. A retração de 6,1% do varejo restrito no mês de dezembro, em relação ao mês anterior, é a segunda pior taxa mensal de toda a pesquisa.

Devido ao auxílio emergencial, o setor de supermercados e hipermercados apresentou crescimento de 4,8% no último ano, por exemplo, ante o crescimento de apenas 0,4% em 2019. Esse número poderia ser melhor, mas não obteve tanto sucesso por conta da inflação nos últimos meses do ano. Além disso, a pandemia da Covid-19 é o principal motivo da performance da economia em 2020, que influenciou várias áreas do setor moveleiro, como as que fazem a produção de um quarto infantil completo e do berço Denver.



Website: https://www.tulipababy.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp