14/09/2015 às 20h35min - Atualizada em 31/12/2015 às 15h27min

Coluna perfil: Sergio Otávio

O convidado da coluna Perfil deste mês é o empresário Sérgio Otávio do Nascimento, nascido e criado em Pedro de Toledo, Bacharel em Direito e Corretor Imobiliário. O empreendedor se destacou no ramo de construção civil e no comércio de materiais para construções. Sérgio é filho do conhecido “Zé Mascate”, um nordestino de muita garra e gosto pelo trabalho, em Pedro de Toledo começou como vendedor de roupas, e logo montou uma pequena loja, homem de pouco estudo e muito afazeres, tornou-se um pequeno empreendedor e adquiriu seus primeiros imóveis na cidade. Após o falecimento de seu pai, no ano 2.000, Sérgio Otávio vem provando que herdou a capacidade de empreendedor do seu pai, além de dar continuidade aos negócios que o seu pai deixou, ele multiplicou suas atividades e seus bens tornando-se um reconhecido empresário de sucesso. Por Sidney Cley
SONY DSC

SONY DSC

A VOZ - Você é um empreendedor de sucesso, como você começou o negócio?
Sérgio Otávio - Meu pai era comerciante e eu na minha infância fui observando a forma que ele trabalhava e fui adquirindo esta habilidade no dia a dia, entre os sete e oito anos de idade quando tinha eventos na cidade ou nos Campeonatos Municipais de futebol eu pegava uma caixa de isopor e vendia sorvete na rua, depois eu comprei mais algumas caixas de isopor, enchia de sorvete e passava para meus amigos também venderem. E assim fui crescendo, fazendo a minha poupança e lidando com dinheiro, e desde criança tinha o sonho de ser um empresário. O meu pai dava um carro de presente de aniversário conforme seus filhos completavam 18 anos, eu fui o único filho que aos 18 anos já tinha dinheiro próprio para comprar meu carro. Mas meu pai me fez comprar uma propriedade e foi me ensinando à importância da boa administração e depois ele me deu o carro. A VOZ - Qual conselho você daria para um novo empreendedor? Sérgio Otávio - Estude muito, pesquise, busque informações e apoio, hoje o acesso à informação é muito mais fácil e acessível, hoje o empreendedor tem o SEBRAE que oferece um ótimo suporte gratuito. E o principal, conheça o mercado, conheça o “nicho” que você quer investir, não basta ter o dinheiro, tem que analisar a economia, os concorrentes, ele deve entender e ter uma visão ampla do mercado. A VOZ - Qual foi o seu primeiro emprego? Sérgio Otávio - No período que estava cursando faculdade de Direito, eu fazia estágio em um escritório de Advocacia. Foi uma experiência muito marcante, porque todo o período de estágio eu não era remunerado. O Advogado sabia que meu pai era bem sucedido e ele não me pagava nada, mas eu trabalhava com total dedicação. Já no último ano de faculdade e estágio, aconteceu uma coisa que marcou a minha vida, eu dei toda atenção a um homem no Fórum e disse que poderíamos resolver seu problema, fomos até o escritório, passei o caso ao meu chefe e ele resolveu o problema do cliente, mas a minha maior surpresa foi quando me formei e terminei o estágio, o meu chefe, me pagou todos os salários do estágio inteiro. Foi muito emocionante e gratificante! A VOZ - Você é um empresário do ramo de construções, materiais para construção, e tem outros empreendimentos. Como você lida com essa diversificação? Sérgio Otávio - É um desafio (risos), mas eu gosto muito! Eu acredito que o segredo é saber administrar seu próprio tempo, acordar cedo e trabalhar, eu trabalho todos os dias muito mais que doze horas. É assim que eu me realizo! A VOZ - O que é mais gratificante em ser um empreendedor? Sérgio Otávio - Ser empreendedor é você realizar! Você tem que ser feliz no que faz, eu acredito que o mais gratificante é poder contagiar e realizar coisas às pessoas que estão a minha volta! A VOZ - Quantos anos de mercado? E qual é o seu diferencial? Sérgio Otávio - Já são mais de 19 anos no ramo de construção civil. E como eu costumo dizer, nós não trabalhamos com promoção, é preço baixo mesmo!
“...Hoje a Cidade está estagnada, pouquíssimas empresas no município e com o turismo oferecendo apenas o básico...”
A VOZ - Como você faz para superar as altas custas operacionais e os impostos? Sérgio Otávio - Eu me organizo me programo para isso, uma vez que o município não oferece nenhum incentivo ou benefício fiscal. Tenho vários inquilinos que sofrem, lutam para manterem as portas abertas, assim como já vi vários fecharem as portas por falta de incentivo ou estrutura do município. A VOZ - Como você vê a Cidade daqui a cinco anos? Sérgio Otávio - Eu sou uma pessoa otimista e espero que o município vá sempre para frente, sempre acreditei nesta cidade, e se a cidade crescer eu cresço junto! Hoje ela está estagnada, pouquíssimas empresas no município e com o turismo oferecendo apenas o básico, aliás, o chacareiro é um turista fixo que merece ser visto com outros olhos pela administração, eles são um tipo de contribuinte que não usam os serviços do município como transporte, educação e saúde; E merecem uma atenção especial para continuarem investindo na cidade, uma vez que ele mantem seu imóvel, pessoas trabalhando para ele e gasta na cidade comprando materiais para a manutenção da chácara e alimento para a sua criação. Espero que daqui á cinco anos, a Cidade possa ter um turismo mais estruturado, melhor condições para o chacareiro e mais incentivos para o produtor rural, assim teremos nossa economia mais aquecida. Isso não é um sonho impossível, pois o Município nada mais é que uma grande empresa pública, e o que a prefeitura precisa é de um bom administrador. A VOZ - Quais os planos para o futuro? Sérgio Otávio - Os planos profissionais são de continuar administrando meus negócios. Eu tenho sim um plano para o futuro, plano este partidário, eu me coloquei a disposição do partido PV (Partido Verde), sou pré-candidato à Prefeitura de Pedro de Toledo nas eleições de 2016. Eu me preparei muito para ser um empreendedor, um administrador de sucesso, e espero trabalhar muito mais pela nossa Cidade.

Ping-pong

Nascido em: Pedro de Toledo. Algum apelido? Não tenho. Maior qualidade: Ser trabalhador. Um defeito: Ser perfeccionista. Qual a sua ideia de felicidade? Amor. Pratica atividade física? Caminhada. Um local de refúgio? Minha fazenda. Animal de estimação: Peixes. Uma lembrança de infância: Correr pela cidade com os amigos. O que te irrita? A ignorância. O que você considera a sua maior conquista? Poder dar continuidade ao que meu pai deixou. O que toca no seu carro? Ouço de tudo. Uma viagem: Dubai Prato preferido: Lasanha. Um livro: O sucesso não ocorre por acaso. (Dr. Lair Ribeiro) / Os últimos passos de um vencedor. (José Roberto Burnier). Uma frase / pensamento: Viver é aceitar cada minuto como um milagre que não poderá ser repetido.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp