30/07/2021 às 13h53min - Atualizada em 30/07/2021 às 14h20min

Clínico Geral Renan Condes Passos apresenta quatro dicas para aumentar a prática de exercícios no inverno

Com temperaturas baixas e o frio, o inverno é uma das principais razões para a queda na prática de exercícios físicos

DINO
https://hcsg.org.br/


Com o início das Olimpíadas de Tóquio (Japão) este mês, assistir a uma sequência de grandes esportes como basquete, ginástica artística, atletismo, vôlei, ciclismo e canoagem, dentre outros, pode ser um ótimo estímulo para incentivar a prática de esportes diariamente.

Entretanto, enquanto o Japão está no auge da estação de verão, no Brasil, o inverno já chegou provocando mudanças nos hábitos com temperaturas bem mais baixas, principalmente no Sul e Sudeste do país. E essa mudança de clima pode afetar a disposição de fazer exercícios físicos.

Uma cama quente e a sensação de preguiça são os principais fatores que justificam essa diminuição na vontade de se exercitar. Mas vale lembrar que praticar exercícios físicos no inverno pode trazer muitos benefícios. O clínico geral Renan Conde Passos, do Hospital Casa de Saúde Guarujá, orienta a população na realização de exercícios físicos no inverno:

• Como queimar mais calorias: ao se exercitar em um clima frio, o corpo humano é obrigado a ajustar a temperatura corporal, para que as células aumentem o consumo energético e se transformem em calor, deixando o corpo mais aquecido. Isso resultará em uma significativa perda calórica;

• Como melhorar a saúde do coração: à medida que se pratica um exercício físico, o coração trabalha constantemente para bombear o sangue suficiente para suportar o ritmo físico individual;

• Para o bem-estar emocional e mental: praticar uma atividade física auxilia na produção e
liberação dos chamados hormônios do "prazer", tais como: dopamina, serotonina, endorfina e ocitocina. Essa união é capaz de proporcionar um bem-estar emocional e mental, tão importantes em um momento como o atual, de pandemia;

• Para um repouso tranquilo: um esporte praticado de forma regular e constante é capaz de proporcionar uma noite de sono bem dormida e ainda melhorar a qualidade de vida.

Vale destacar que, além das dicas acima, a prática de exercícios físicos no inverno é uma das melhores formas para fortalecer o sistema imunológico, pois a exposição ao frio pode balancear o número de leucócitos e granulócitos, responsáveis pelo funcionamento adequado do sistema de defesa.

Se não for possível encarar o frio para se exercitar, não há problema. A prática de exercícios pode ser feita dentro de casa, com o auxílio dos móveis - sofá, cadeira, dentre outros. "Uma das grandes vantagens de fazer exercícios físicos no frio é que temos uma rápida perda da temperatura corporal, o que obriga o nosso metabolismo a aumentar para que as células consumam mais energia e se transformem em calor para nos manter aquecidos. Além disso, treinar no inverno traz a vantagem do gasto calórico extra para a redução da gordura corporal", explica Renan.

O clínico complementa, ainda, que durante os exercícios, é importante se manter aquecido, com roupas adequadas e específicas para atividades ao ar livre, além do uso da máscara e, sempre, respirar pelo nariz. Isso previne contra a possível infecção pelo novo coronavírus (Covid-19) e evita o ressecamento das vias aéreas devido ao contato com ar mais frio.

O doutor Renan Conde Passos é clínico geral do Hospital Casa de Saúde Guarujá, uma instituição de saúde com foco no atendimento médico de qualidade.



Website: https://hcsg.org.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp