15/10/2021 às 13h02min - Atualizada em 16/10/2021 às 01h20min

Orquídeas: quais são as espécies mais raras do mundo?

Existem diversos tipos de plantas no mundo, algumas mais raras que outras. Dentre elas, estão sete espécies de orquídeas, com peculiaridades distintas

DINO
http://www.giulianaflores.com.br


Com mais de 1800 gêneros e 35 mil espécies espalhadas pelo mundo, a orquídea possui uma das maiores famílias que existem. Está presente em todos os continentes do mundo, exceto a Antártida.

Entretanto, apesar de existir em grande quantidade, algumas espécies de orquídeas são mais raras que outras, por diversas razões e peculiaridades. O que define se uma flor é incomum ou não se relaciona com as dificuldades de cultivo, a quantidade de determinada espécie no mundo e os exemplares existentes.

Dentre as orquídeas mais raras, há sete que possuem certo destaque:

1) Coleman’s coralroot

A Coleman’s coralroot é uma espécie de orquídea considerada rara porque corre risco de extinção. Hoje, ela só pode ser encontrada em três locais: Santa Rita, Montanhas Dragoon e Ilhas Sky, todos nos Estados Unidos. Outra característica marcante é que ela não possui folhas, raízes e nem faz fotossíntese.

2) Plantanthera azoica

Outro tipo de orquídea rara é a Plantanthera azoica. Também conhecida como orquídea borboleta de Hochstetter, ela ficou desaparecida por quase 200 anos. Hoje, no mundo, existem apenas 250 exemplares desta espécie. Todas elas estão na Ilha de São Jorge, em Portugal.

3) Fredclarkeara After Dark

Diferentemente das espécies anteriores, o que torna a Fredclarkeara After Dark rara não é a sua escassez na natureza. Ela recebeu esse título por ser difícil de cultivar, pois nasce de uma mistura de outras três espécies de orquídeas: Clowesia, Mormodes e Catasetum.

4) Cattleya walkeriana

A Cattleya walkeriana, também conhecida como Feiticeira, é uma orquídea brasileira. Nas cores lilás e branco, essa flor não é mais encontrada em seu habitat natural desde 1960. Os poucos exemplares que existem costumam aparecer em rios nas regiões de São Paulo, Mato Grosso e Goiás.

5) Telipogon diabolicus

A Telipogon diabolicus é uma espécie de orquídea exótica na aparência e no nome. Ela é uma flor rara porque só existem 30 exemplares na natureza, sendo encontrada apenas em algumas regiões no sul da Colômbia. Ela recebeu esse nome por ter a figura que remete a um demônio nas pétalas.

6) Dendrophylax lindenii

Também conhecida como orquídea fantasma devido ao aspecto das folhas e por não ter flores, a Dendrophylax lindenii é uma espécie de flor cultivada apenas na Flórida e no Caribe. O que a coloca em risco de extinção é o processo de cultivo e a necessidade de temperatura e umidade ideais para conseguir florescer. Por conta disso, a espécie possui proteção especial do governo dos Estados Unidos.

7) Paphiopedilum rothschildianum

A orquídea sapatinho ou Paphiopedilum rothschildianum é considerada a orquídea mais rara do mundo pelos especialistas. Descoberta por volta de 1887 e quase extinta devido à coleta predatória, ela nasce apenas em três regiões do Monte Kinabalu, o ponto mais alto da Malásia.



Website: http://www.giulianaflores.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp