01/11/2021 às 08h26min - Atualizada em 01/11/2021 às 09h20min

Trabalho mostra importância de entender a neuropsicologia e seu papel na saúde

A neuropsicologia é uma área de cuidados à saúde mental ainda não tão conhecida, mas que exerce importância em vários pontos do bem-estar de cada um.

DINO
https://clinicacleuzacanan.com.br/blog/terapia-cognitiva-comportamental/


De acordo com o trabalho "Neuropsychology in Daily Life", feito por Steven Paul Woods e publicado em Janeiro de 2021 pela Associação Americana de Psicologia, a neuropsicologia é um braço da psicologia clínica que deveria ser conhecido por toda a população, uma vez que é responsável por auxiliar não só no tratamento de uma série de doenças, entre elas: TDAH (Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade), autismo e outros transtornos, mas também por ajudar na saúde mental do cotidiano.

A necessidade de entender o papel dessa área é reforçado pela Organização Mundial da Saúde, OMS, já que uma em cada 10 pessoas no mundo, 10% da população global, sofre de algum distúrbio de saúde mental. Além disso, a neuropsicologia pode contribuir muito no cenário da pandemia da COVID-19.

A necessidade do neuropsicólogo cresce na pandemia

De acordo com a pesquisa do instituto Ipsos, encomendada pelo Fórum Econômico Mundial, 53% dos brasileiros declararam que seu bem-estar mental piorou um pouco ou muito no último ano por causa direta ou indiretamente da pandemia da COVID-19. Essa porcentagem só é maior em quatro países: Itália (54%), Hungria (56%), Chile (56%) e Turquia (61%).

Além disso, estudo publicado no periódico científico The Lancet em outubro de 2021 mostra que houve 53 milhões de novos casos de depressão e 76 milhões de ansiedade em 2020 em comparação com 2019. Os números representam altas de 28% e de 26%, respectivamente, no período analisado. Entre os grupos mais afetados estão as mulheres e os jovens. 

O neuropsicólogo poderá beneficiar todos aqueles que estão com algum desequilíbrio na saúde mental.  Afinal, o profissional da neuropsicologia pode prescrever e realizar as mais variadas técnicas de psicoterapia. Por exemplo, alguém com transtornos de dependência química (sejam eles ligados ao álcool, cocaína, maconha ou qualquer outra droga) terão benefícios ao serem avaliados por um neuropsicólogo, uma vez que este profissional não só poderá realizar encaminhamentos para a terapêutica mais assertiva, mas também podem lançar mão de técnicas psicoterapêuticas (como, por exemplo, a terapia cognitiva comportamental) para benefícios práticos do paciente em questão.

O volume de neuropsicólogos ainda é escasso no Brasil

De acordo com Conselho Federal de Psicologia (CFP), atualmente existem no Brasil, em média, 320 mil psicólogos, sendo que a maioria dos profissionais está concentrada na região Sudeste. Todos esses profissionais podem se tornar neuropsicólogos, desde que cumpram alguns pré-requisitos. Embora esse número seja elevado, os profissionais especialistas em neuropsicologia ainda é baixo e precisaria aumentar bastante para suprir a demanda. Segundo a Sociedade Brasileira de Neuropsicologia alguns estados brasileiros (como é o caso de Roraima) contam com apenas um profissional credenciado para atender toda a região

O neuropsicólogo é na realidade um profissional formado na graduação de psicologia (que dura em média 5 anos, mas em algumas universidades o curso tem uma grade que dura 6 anos) e que realizou ainda uma especialização no assunto da neuropsicologia cuja duração é de 2 anos. 

Além disso, há uma outra opção para atuar como neuropsicólogo. Ela consiste na constatação, junto ao Conselho Federal de Psicologia (CFP), de que houve atuação prática na área da neuropsicologia por pelo menos 5 anos. Dessa maneira, é possível atuar de maneira registrada como neuropsicólogo.

Uma área ímpar dentro da saúde mental

De acordo com a psicóloga e fundadora da clínica psiquiátrica homônima Cleuza Canan, a procura pelo profissional da neuropsicologia cresce cada dia mais, pois ele é capaz de unir conhecimentos tanto da psicologia como também da neurologia a fim de proceder raciocínios clínicos que ajudem no tratamento de transtornos mentais.

No blog da Clínica Cleuza Canan, é possível encontrar várias informações sobre a atuação do profissional da neuropsicologia. No seguinte link consta um artigo em que foi abordado a técnica terapêutica cognitiva-comportamental, a psicoterapia, usada também pelos neuropsicólogos, com mais evidências científicas para o tratamento da maior parte dos transtornos mentais: https://clinicacleuzacanan.com.br/blog/terapia-cognitiva-comportamental/



Website: https://clinicacleuzacanan.com.br/blog/terapia-cognitiva-comportamental/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp