10/11/2021 às 16h19min - Atualizada em 11/11/2021 às 00h00min

Embratel, Claro e Ericsson demonstram três aplicações de 5G em rede Standalone no Instituto Tecnológico de Aeronáutica

Iniciativa, que conta com tecnologia 5G da Claro e Ericsson, mostra o potencial transformador que a nova geração de rede móvel trará para o cotidiano da sociedade e das empresas

SALA DA NOTÍCIA .
No Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), a Embratel, a Claro e a Ericsson, apresentaram em campus da instituição localizado em São José dos Campos (SP) três demonstrações técnicas desenvolvidas sobre uma rede 5G Standalone (5G SA) voltadas para o mercado de aviação e aeronáutica. A iniciativa busca mostrar o potencial transformador que a rede 5G traz para o setor, além da indústria, fornecendo insumos para a inovação e para o aumento de eficiência em diversas aplicações.

As demonstrações foram realizadas sobre uma rede 5G Standalone na frequência de 3,5 GHz, usando elementos de solução comercial com licença para fins científicos experimentais concedida pela Anatel à Claro.

O primeiro caso demonstrado é resultado de um trabalho desenvolvido em conjunto pelo ITA com a Embraer. Usando a infraestrutura habilitadora do 5G, a Embraer conectou dois notebooks para colaborar simultaneamente em um mesmo projeto de avião 3D. Ambos os notebooks acessaram remotamente arquivos de modelos 3D de um avião armazenados em servidores na Embraer por meio de uma aplicação de design CAD. Os arquivos foram acessados em tempo real com baixa latência e alta resolução pelo software de design por meio da rede 5G, demonstrando a possibilidade de desenvolvimento de produtos altamente complexos de forma colaborativa e remota.

Em outra experiência, robôs móveis assistidos remotamente por 5G, Inteligência Artificial e Realidade Estendida (XR, na sigla em inglês, que define o uso de tecnologias imersivas como Realidade Aumentada ou Realidade Virtual)  mostraram como é possível tornar o ambiente industrial mais colaborativo, mais eficiente e mais seguro. Os robôs foram colocados em atividade dentro de um cenário virtual criado pelo ITA. Durante toda a apresentação, foram controlados e monitorados por meio de um dispositivo 5G de Realidade Estendida. A atuação rápida de algoritmos de Inteligência Artificial impediu a potencial colisão entre os robôs, mostrando como as tecnologias podem ser usadas em aplicações críticas na indústria, incluindo o monitoramento e controle remoto de robôs em áreas de risco como mineradoras e manufatura pesada, além da aplicação para treinamentos imersivos à distância.
O terceiro caso apresentado foi desenvolvido para Monitoramento Móvel Inteligente. Para isso, foi utilizado um dispositivo móvel vestível (wearable), adaptável ao pescoço, que contém quatro câmeras 4K acopladas e que permite visualização 360o de altíssima definição, ao redor do usuário e transmissão em circuito fechado, em tempo real para uma outra localidade. Nesta experiência, a tecnologia 5G permite ao agente de segurança que está usando o dispositivo móvel dispor de informações críticas em tempo real para uma conduta rápida e assertiva. Ao mesmo tempo, as imagens 360o do local são transmitidas para um Centro de Monitoramento, ampliando a segurança e a efetividade da operação – que pode ser replicada para distintas finalidades, tais como resgates em incêndios, verificação de suspeitos ou ainda suporte remoto a equipes.
”O acesso às tecnologias de ponta são de fundamental importância para o desenvolvimento de nossas atividades de ensino e pesquisa. A instalação da rede 5G no ITA é uma grande oportunidade para nós", ressalta o Vice-reitor do ITA, Professor Doutor Jesuíno Takachi Tomita.

“Estamos seguindo rumo a uma das mais importantes revoluções tecnológicas que o Brasil já viveu. O 5G irá possibilitar que os negócios se remodelem para uma jornada ainda mais digital, atendendo os mais variados e importantes segmentos da economia. A integração de tecnologias, entre elas Realidade Estendida (XR) e Inteligência Artificial (IA), suportada pela rede 5G, é capaz de tornar as atividades mais dinâmicas, seguras e inovadoras. O 5G possibilitará que as empresas transformem suas operações, criando novas formas de interação entre tecnologias e pessoas. A Embratel será a habilitadora da infraestrutura digital de todo esse ecossistema para as empresas”, afirma Alexandre Gomes, Diretor de Marketing da Embratel.

“Instalamos no ITA uma rede 5G Standalone de alta capacidade, com licença  científica e experimental utilizando o espectro de 3,5GHz para apoiar e participar do desenvolvimento de novas aplicações para atendimento de serviços e produtos que necessitam de baixíssima latência e altíssima confiabilidade” diz André Sarcinelli, CTO da Claro.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp