12/11/2021 às 10h42min - Atualizada em 14/11/2021 às 00h00min

Edital de arte urbana na Europa contempla obra de brasileiro

Arte urbana ganha as ruas de Dublin, capital da Irlanda, em uma chamada que contemplou cinco artistas diferentes

DINO
https://www.instagram.com/netovettorello/
Brasileiro na Irlanda: artista é contemplado em edital de arte


A Irlanda tem um passado de muitos conflitos, e em décadas recentes, as políticas de abertura do país permitiram a formação de um reduto de novos artistas, trabalhadores e estudantes do mundo todo. Toda essa mescla de povos pode ser vista nas ruas de Dublin, na variedade dos restaurantes, nos pubs, nos parques ou simplesmente percorrendo as ruas da capital irlandesa.

Com a chegada de novas pessoas, como em qualquer grande cidade cosmopolita, a arte urbana, assim como diversas outras áreas, ganharam criativos com novas ideias, pontos de vista e referências. Nas ruas, novos traços tomaram forma com cores e temas que retratam esse novo tempo.

Para celebrar esta diversidade, a Prefeitura de Dublin (Dublin City Council), convocou artistas para criarem novas obras em cinco pontos da cidade. Ao todo, os cinco murais dispostos na cidade também buscam celebrar o momento de reabertura, junto com o avanço da vacinação e o retorno do turismo local.

Entre os artistas contemplados, Neto Vettorello, o único brasileiro, levou para as ruas de Dublin um imenso mural, com 60 metros de comprimento, ocupando uma esquina inteira na capital irlandesa, em frente ao Irish Times, um dos principais jornais da Irlanda. O reconhecimento, que marca uma abertura maior por parte da Prefeitura da Irlanda, chamou a atenção não só para o artista, mas também para registrar o potencial criativo do Brasil, já que o país possui uma grande comunidade em solo irlandês. Segundo o último censo publicado sobre o tema, feito em 2016 pelo CSO - Central Statistics Office, o Brasil ocupa a sexta posição dos países com maior presença de imigrantes vivendo na na Irlanda, com mais de 13 mil brasileiros. 

Sua proposta artística foi aprovada sem alterações, com uma mistura de surrealismo, assinatura pessoal, homenagens e um “toque de pixo”, que relembra os primeiros anos do graffiti curitibano. Ele explica que um de seus principais conceitos para o trabalho foi na abertura que recebeu do governo de Dublin ao ser um dos contemplados no edital, em uma cena que ainda apresenta algumas restrições. 

“Me sinto quebrando barreiras e abrindo portas, pois como eu retratei no mural, tem uma pessoa carregando uma planta representando que 'a semente já foi plantada' e está começando a crescer para gerar frutos. Sinto que minha missão por aqui é abrir caminhos, para que mais brasileiros vejam que é possível fazer o que amam e ter um reconhecimento”, afirma o artista.

Neto ainda acrescenta: "é incrível o que uma pintura pode fazer para uma pessoa, por isso eu busquei gerar uma identificação com o maior número de grupos possível, para que todos se sintam representados, não só pelo país de origem e/ou em que vivem, mas que todos que passem por lá se sintam pertencentes ao planeta.”

Para acompanhar as novidades do trabalho de Neto - Instagram: @netovettorello



Website: https://www.instagram.com/netovettorello/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp