19/01/2021 às 17h16min - Atualizada em 19/01/2021 às 17h16min

Chuva deixa desabrigados e causa grandes estragos em Peruíbe

A forte chuva que atingiu Peruíbe, Litoral Sul de São Paulo, provocou crateras na Avenida Mário Covas, deixou ruas e casas alagadas nesta madrugada.

Sidney Cley
Da Redação
Fotos: Cláudia Dib

Uma forte chuva atingiu o município na madrugada desta terça-feira (19) e gerou estragos em praticamente todos os bairros da Cidade. Várias postagens nas redes sociais mostram crateras se abrindo em diversos pontos de Peruíbe. A estrada do Guaraú foi interditada devido ao deslizamento de terra. Bombeiros de outras cidades da Baixada Santista e da Defesa Civil do Estado estão na cidade para ajudar no atendimento.

Segundo a Defesa Civil de Peruíbe, os bairros mais atingidos foram Ribamar, Jardim das Flores, Guaraú, Bairro dos Prados e Centro. No Caraguava e Ribamar, 20 pessoas foram abrigadas na Base da Guarda Municipal. O Fundo Social de Solidariedade do município está cadastrando as vítimas.

PREFEITURA - Equipes da Prefeitura de Peruíbe trabalham desde o início da noite de ontem quando as fortes chuvas começaram a atingir a cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Defesa Social, foram cerca de 250mm durante a noite. Em um período de apenas três horas foram cerca 210mm. Os números representam quase o dobro da média dos últimos dois anos no mês de janeiro. De acordo com a Defesa Civil, Peruíbe foi o município onde mais choveu no Estado de São Paulo nas últimas horas.

Quatro pontos na Avenida Governador Mário Covas Jurnior sofreram com erosão. O maior foi no bairro Nova Peruíbe. Além disso, foram registrados dois deslizamentos de terra na Estrada do Guaraú. O segundo ocorreu no fim da manhã de hoje no mesmo local onde anteriormente também houve deslizamentos. Equipes da Prefeitura com a Defesa Civil, Guarda Civil Municipal (GCM), junto com os Bombeiros da região estão dando todo o apoio nos locais atingidos.

Segundo a última atualização, 58 pessoas foram encaminhadas para a EMEF Professora Delcélia, que está preparada para receber munícipes que ficaram desabrigados. Equipes da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social e do Fundo Social de Solidariedade estão no local prestando todos os atendimentos.

Representantes da Defesa Civil do Governo do Estado de São Paulo e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) também estão na cidade vistoriando as regiões afetadas. Aos que precisarem de ajuda, o telefone é o 153 ou o 199.

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp