03/10/2022 às 20h57min - Atualizada em 04/10/2022 às 00h01min

Digital House desenvolve programas específicos de formação na área tech para pessoas com deficiência

Investir na diversidade pode ajudar a suprir déficit da mão de obra em TI

SALA DA NOTÍCIA Redação
Divulgação

Dados da Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom) mostram que, até 2025, devem ser criadas quase 800 mil novas vagas de trabalho na área de tecnologia. A mesma projeção aponta um déficit anual de 106 mil profissionais, chegando a 530 mil em cinco anos. Especialistas afirmam que uma das soluções para ajudar a suprir esse déficit seria promover ações que incentivem a diversidade na área. 

Atenta a essa realidade, a Digital House, uma das principais escolas com foco no desenvolvimento de habilidades digitais da América Latina, em parceria com importantes players do mercado, tem investido no desenvolvimento de programas de formação específicos para a inclusão de grupos minorizados. 

Alguns desses programas têm como objetivo a capacitação de pessoas com deficiência através do curso de Programação Web Full Stack, como foi o caso do PcDevs , promovido em parceria com a IBM e realizado de novembro de 2020 a maio de 2021.  O programa capacitou 30 pessoas com deficiência visual, auditiva, física e neurodiversa, e parte delas foram contratadas para trabalhar na IBM ao final da formação.

Outro projeto nessa linha é o Programa Inclua, desenvolvido em parceria com a Thoughtworks, que começou em maio deste ano e será concluído em setembro. O objetivo do programa é de gerar impacto social positivo e promover a inclusão de PCDs no promissor mercado de TI. A iniciativa oferece oportunidade para pessoas com deficiência aprenderem programação, conquistarem mais espaço no mercado de trabalho e, ainda, participarem de um processo seletivo para vagas de desenvolvimento de software na empresa, reconhecida por sua cultura inclusiva e suas práticas inovadoras na indústria de tecnologia.

Dos 386 candidatos inscritos, foram selecionados 46 alunos para o curso de Programação Back End Java. Ainda durante o processo seletivo, os candidatos passaram por entrevistas conduzidas diretamente pela área de Recursos Humanos da Thoughtworks, empresa patrocinadora do programa. Com a proximidade do fim do curso, as contratações já estão em andamento. 

“Após ver a necessidade de aumentar a inclusão social dentro da área da tecnologia, a Digital House desenvolveu projetos que visam formar alunos em programação e contratar parte desses alunos formados, além de inserir mais pessoas com deficiência na área de tecnologia, trazendo assim mais diversidade e inclusão”, explica Bruno Gimenez , Head de Vendas B2B

Mais de 24% da população brasileira possui algum tipo de deficiência. Isso equivale a 45 milhões de pessoas. No entanto, o número de inseridos no mercado de trabalho é de apenas 1%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  A ideia dos projetos é proporcionar um ambiente dinâmico e prático de aprendizado, estimulando a troca de experiências e interação entre professores e estudantes.

 

Sobre a Digital House

Fundada em 2015, a Digital House (DH) é uma instituição educacional cuja missão é transformar as vidas das pessoas por meio da formação em disciplinas digitais. Com alunos em todo o Brasil e na América Latina, a DH é a comunidade de educação referência na região.

Com cursos 100% a distância e aulas ao vivo, a Digital House desenvolve junto aos seus alunos um trabalho focado na prática e no preparo para a vida profissional, com acompanhamento e suporte do Departamento de Carreiras para a inserção no mercado de trabalho, com taxa de empregabilidade de 95%, segundo último levantamento interno realizado.

A escola oferece eventos gratuitos e programas in-company adaptados às necessidades de cada empresa, bem como cursos intensivos na área de Programação (Web Full Stack e Certified Tech Developer).


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp