03/10/2022 às 13h15min - Atualizada em 04/10/2022 às 00h01min

Custo nacional da construção foi de R$ 1.661,85 em agosto

O custo nacional da construção de agosto de 2022 apresentou uma queda e é o terceiro menor índice do ano.

DINO
https://cvcrm.com.br/aumento-preco-venda-imoveis/
O FGTS completa 56 anos em 2022.


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) divulgou, no último dia 09, o Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi) referente ao mês de agosto. O índice indicou que o custo nacional da construção, por metro quadrado, foi de R$ 1.661,85, no Brasil.  

No cálculo, estão R$ 994,67 relativos aos materiais e R$ 667,18 à mão de obra. A taxa de agosto representa a terceira menor de 2022. O índice foi de 0,58%, o que representa uma queda de 0,9 ponto percentual em relação ao mês de julho (1,48%). 

Para Fábio Garcez, CEO da proptech CV CRM, a diminuição do custo da construção está diretamente ligada às novas projeções de crescimento do PIB e diminuição da inflação no Brasil. “O setor da construção civil vem mostrando a sua força e o resultado do Sinapi impulsiona ainda mais nossa indústria”, comemora. 

De acordo com a pesquisa, os três estados onde é mais caro construir hoje, no Brasil, são Rio de Janeiro (R$ 1.834,96), Santa Catarina (R$ 1.829,62) e São Paulo (R$ 1.777,39). No outro extremo da tabela, estão Sergipe (R$ 1.453,95), Alagoas (R$ 1.459,96) e Piauí (R$ 1.498,33).   

O Sinapi de agosto foi o segundo menor índice do ano e o terceiro menor índice em doze meses. De acordo com o gerente do Sinapi, Augusto Oliveira, isso se deu devido a uma desaceleração tanto na parcela dos materiais como da mão de obra.  

O Sinapi é uma produção do IBGE em parceria com a Caixa Econômica Federal. O índice leva em consideração o que é produzido de dados pelos órgãos no que diz respeito a custos para o setor habitacional, salários de mão de obra e valores de materiais, máquinas, equipamentos e serviços da construção. Tudo isso voltado não só para habitação, mas também para saneamento básico e infraestrutura.  

Rio de Janeiro – o maior custo da construção no Brasil 

O Rio de Janeiro foi o estado que apresentou o maior custo para construir no país, no mês de agosto, com uma média de R$ 1.834,96 de custo por metro quadrado. O Sinapi analisa o custo por padrão de acabamento, quantidade de quartos, pavimentos, entre outros pontos.  

No Rio, para construir um imóvel com acabamento de alto padrão do tipo prédio residencial, térreo, de quatro pavimentos, sala, dois quartos, circulação, banheiro, cozinha, área de serviço, com quarto e banheiro de empregada, o custo sobre para R$ 2.317,55. Já um imóvel com padrão de acabamento mínimo, do tipo prédio residencial, térreo, de cinco pavimentos, com sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço, tem custo médio de R$ 1.042,25, no Rio de Janeiro.  

Sergipe – o menor custo da construção no Brasil 

O menor estado brasileiro, Sergipe, é o que apresenta também o menor custo para construir no país. Isso se dá porque a variação percentual do custo médio no mês de agosto foi de apenas 0,50 e, no acumulado em 2022, de 7,81. Portanto, o valor para construir por metro quadrado no estado é de R$ 1.453,95 em médio no estado.

Materiais e mão de obra 

Comparando com agosto do ano anterior (0,08%), houve alta de 0,34 ponto percentual. De janeiro a agosto de 2022, os acumulados fecharam em 9,31% (materiais) e 10,38% (mão de obra). Os acumulados em doze meses ficaram em 14,76% (materiais) e 11,90% (mão de obra). 



Website: https://cvcrm.com.br/aumento-preco-venda-imoveis/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp