02/03/2016 às 12h30min - Atualizada em 02/03/2016 às 11h13min

Começa defeso do camarão em parte do litoral brasileiro

BAIXADA SANTISTA - O defeso do camarão começou na terça-feira (1º) e vai até o dia 31 de maio. Durante esse período, quando acontece a reprodução, a pesca é proibida para preservar a espécie. Alguns crustáceos que são criados em cativeiros ficam foram da proibição. A pesca do camarão fica proibida do sul da Bahia até o Rio Grande do Sul. A medida estabelecida pelo Ibama tem objetivo de promover a manutenção da pesca e evitar a extinção da espécie.
Quem desrespeitar o defeso estará sujeito a multa de R$ 700 a R$ 100 mil.
Segundo Otávio Nunes Vieira, dono de uma peixaria no Mercado do Peixe de Santos, a iniciativa ajuda os comerciantes. “É de grande importância. De uns 15 anos para cá o Governo colocou o GPS nos barcos, então ninguém saia. Onde o barco estiver é monitorado lá de Brasília. O que seria de nossos filhos, nossos netos daqui a 20, 30 anos? Acabava”, conta. Vieira alega também que os preços não devem sofrer alterações por conta do período do defeso. “Todos nós peixeiros já temos programação para esses três meses, então a gente faz estoque”, explica. Durante o defeso fica proibido o exercício da pesca de arrasto com tração motorizada para a captura do camarão-rosa (Farfantepenaeus paulensis, F. brasiliensis e F. subtilis), camarão-sete-barbas (Xiphopenaeus kroyeri), camarão-branco (Litopenaeus schmitti), santana ou vermelho (Pleoticus muelleri) e barba-ruça (Artemesia longinaris). No defeso de 2015, em ações conjuntas da Polícia Ambiental, Fundação Florestal e Coordenadoria de Fiscalização Ambiental, foram apreendidas aproximadamente três toneladas de camarão no estado de São Paulo.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp