29/05/2021 às 10h05min - Atualizada em 30/05/2021 às 00h00min

Brasileiros procuram qualidade de vida em Portugal.

SALA DA NOTÍCIA Denny Silva
Denny Silva e Uiara Zagolin - Jornalistas Responsáveis 
Divulgação / Reprodução 
Os brasileiros estão abandonando a sua pátria amada, idolatrada Brasil. Com o aumento da violência, escassez de trabalho, baixo rendimento, inflação, alta da corrupção e outras dentre tantas mazelas que permeiam este paraíso tropical, os filhos da pátria estão procurando um outro paraíso, não tão tropical assim.
Desta forma, atraídos por melhores oportunidades de trabalho, possibilidade de estudos e maior segurança, muitos brasileiros atravessam o oceano para migrar à Europa.  E os país preferido é Portugal, muito pela facilidade da língua e também pelo custo de vida.
Hoje, os brasileiros em Portugal são aproximadamente 30,5% da população estrangeira residente no país. Na Europa, algo em torno de  635 mil e 750 mil pessoas. Desse número, o SEF (Serviço de Estrangeiros de Fronteiras – 2019) de Portugal afirma que um total de 151.304 são de  brasileiros que residem no país europeu oficialmente. Ou seja, são dados de março de 2021.
Portugal é dos países mais baratos da Europa para se viver e o custo de vida de Lisboa é semelhante ao de São Paulo e em Porto é 14% mais barato.  E a capital do país é uma das principais escolhas dos brasileiros e de muitos outros estrangeiros, uma vez que é a maior cidade do país (2.8 milhões de habitantes) e com uma vida cultural, econômica e gastronômica muito apreciada
 

FAI - Fundação de Apoio ao Imigrante 

Assim, com essa população de imigrantes a FAI - Fundação de Apoio ao Imigrante tem a função de apoiar o imigrante. Ou seja, aquele imigrante que deseja ir para Portugal receberá orientação e ajuda com relação a documentação, como NIF, PB4, documentação para estudantes e vistos em geral.  

Além de indicação para postos de trabalho e, ainda, documentos necessários para que filhos menores possam adentrar às escolas. Muitos que pretendem imigrar encontram dificuldades quando chegam ao país, além de receberem informações desencontradas.

 

A fundação irá ministrar cursos sobre a legislação para esclarecimentos dos direitos e deveres de cada um. Será um espaço aberto a quem desejar ministrar palestras e cursos. 

A área social será voltada para Eventos a fim de a aproximar a comunidade e, ainda, levar um pouco do País de origem para que a distância seja a menor possível, seja ela de qualquer nacionalidade, uma vez que a Fundação está voltada a todos os imigrantes e não somente ao imigrante brasileiro  

Postos de trabalho, Educação a distância  

Dessa forma, a Fundação FIA receberá apoio da EDUCACOIN, que possui como missão facilitar o acesso à educação, cultura, esporte e desenvolvimento social. Assim será uma soma de grande valor para que o Instituto FIA possa direcionar seus objetivos a longas distâncias. 

Sobre a Educacoin 

A criptomoeda brasileira foi idealizada no ano de 2019, sendo a Educacoin a primeira criptomoeda / token brasileira a facilitar o acesso à educação, cultura, esporte e desenvolvimento social com a tecnologia Blockchain Waves e agora migrou para o ERC20 Ethereum dando uma escala muito maior às suas operações, o que torna as transações extremamente seguras e rápidas. 

Educacoin está presente em 18 países apoiando a educação, a cultura, assim como o esporte e o desenvolvimento social. Seu fundador, Rogério Rodrigues,  assegura que a finalidade é amenizar a carência dos alunos, aumentando a capacidade de acesso a cursos educacionais e ampliando as possibilidades de interação entre alunos e instituições geograficamente separadas. 

Redes Sociais 

Educacoin – Instagram – Facebook  – Web Site (Educacoin.org) 

Edição: Redação Na Mídia 
Fonte:  Denny Silva e Uiara Zagolin - Jornalistas Responsáveis 

.  


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp